Carnaval em Gramado – RS

Gramado – Canela – Nova Petrópolis – Bento Gonçalves 

Quem nos acompanha por aqui sabe que somos do Rio de Janeiro, e sempre que podemos fugimos do Carnaval do Rio. Sempre preferimos um local calmo para essa época do ano.

E esse ano escolhemos Gramado, uma cidade super tranquila com um climinha agradável, comida boa e recheada de pontos turísticos. Se essa cidade ainda não está no seu roteiro, se prepare para se apaixonar. 

Chegamos no dia 3 de Março , nosso voo chegava bem tarde em Porto Alegre e tínhamos que pegar a estrada para Gramado. Você tem 3 maneiras de chegar de Porto Alegre para Gramado, uma de ônibus de empresa de turismo que custa uns R$ 70.00 por pessoa (você pode comprar também ida e volta) , ou alugando um carro (no nosso caso não conseguimos alugar por que não tinha mais carros- decidimos em cima da hora e não conseguimos), ou de uber que custa uns R$ 180.00 a R$ 250.00 a corrida. 

No nosso caso fomos de carona 😂, fizemos amizade com um casal no aeroporto que também estava indo para Gramado e tinham conseguido alugar carro. Eles foram super bacana e nos ofereceram uma carona – Julia e Arthur obrigada! 

Como iríamos encontrar a família do meu esposo (André) andaríamos de corro com eles lá. 

Chegamos no Hostel 2:30h da manhã , ficamos num Hostel só nessa noite pois iríamos chegar só para dormir mesmo. No dia seguinte fomos para o Hotel Habitué (as acomodações são boas, local simples e confortável, só o local do café da manhã que era meio apertado)

Dia 4/03 – nessa viagem em especial encontramos com a irmã e cunhado do meu esposo (André) ela está morando no Sul, e marcamos de nos encontrar lá. 

Lembrando que você pode comprar mais barato pelos sites –www.lacadordeofertas.com.br , www.tcheofertas.com.br ou www.peixeurbano.com.br

Nesse primeiro dia fomos no Mini Mundo (entrada R$ 36.00 por adulto – comprando no local) 

Depois fomos para o Mundo a Vapor ( entrada R$ 36.00 por adulto – Comprando no local) 

De lá andamos pela Rua Coberta e fomos para o Mundo de Chocolate – Lugano ( entrada R$ 39.00 por pessoa comprando no local ) 

A noite fomos no Josephina Gramado (os pratos variam de R$ 50.00 a R$ 70.00) vale muito a pena comida muito boa, ótimo atendimento, local super aconchegante. 

Dia 05/03 

Passamos o dia todo na Snowland ( entrada R$ 170.00 por pessoa comprando lá na hora) 

Fizemos a aula + 30 min de Esqui (R$ 79.00 por pessoa) para nós só valeu realmente a pena pela aula de Esqui, pois para adulto só tem 2 brinquedos, se você for com criança vale a pena pois tem vários outros. 

Lá eles dão roupa (casaco, luvas, botas e calça) para a entrar na montanha que é a parte de neve, muito importante você levar : cachecol, toca, casaco, e meias. Lá fica em torno de – 5 a – 10 graus. 

Se você não for fazer a aula de Esqui, não ficará muito tempo por lá, então dá tempo de você ir a Nova Petrópolis para conhecer a cidade, principalmente a Praça das Flores, onde também tem o Labirinto Verde e o Parque Aldeia dos Imigrantes. 

Saímos de lá umas 18h estava chovendo e fomos descansar no hotel. 

De noite jantamos no La Place D’Or , foi nossa noite do fondue (R$ 59.00 por pessoa) 

Dia 06/03

*alugamos carro para os próximos dias. 

Andamos um pouquinho no centro de Gramado, fomos na Rua Torta e depois fomos para Canela na Catedral de Pedra. Andar pela cidade é uma coisa que adoramos fazer. Conhecer a pé, o comércio, os pontos turísticos, as lojinhas. 

De lá fomos até o Alpen Park, não paga entrada mas você paga por brinquedo, o parque é bem pequeno, estava chovendo, mas conseguimos ir no brinquedo que queríamos que era o Trenó ( R$ 56.00 por pessoa) tem também passaporte que você tem direito a alguns brinquedos. 

Nesse dia fomos também ao Cristais de Gramado (pegamos um voucher no hotel que dava de brinde um mini anjinho na loja – fique atento aos panfletos que encontra nas lojas, restaurantes e hotéis, tem sempre algum voucher de desconto/brinde) 

Você assiste uma apresentação de como é feito a produção deles, é bem interessante! 

Ainda deu tempo de passar no fim da tarde no Lago Negro que tem entrada gratuita (🙌🏻 uffa, até que enfim algo que não se paga aqui) caminhamos entorno do lago , tiramos foto e curtimos o visual, que é lindo. 

Passamos no Royal Trudel para comer no fim da tarde. 

Dia 07/03 

Agendamos o passeio Agroturismo – fizemos o do Vale com almoço (R$ 150.00 por pessoa) Os passeios saem da Praça da Etnias, o que fizemos sai às terças e quintas as 8:30h da manhã. 

É um passeio bem tranquilo, pela zona Rural de Gramado, você conhece os pequenos produtores e em algumas paradas tem degustação e lanche. 

Achei um passeio simples para o valor, é proveitoso, mas acho que daria para aproveitar a Rota Alemães do Sul de carro (se tiver alugado) essa rota se fizer particular tem que reservar antes, ligue para a primeira casa da rota e agende assim a pessoa avisa as demais que você irá passar.

De lá fomos para Nova Petrópolis conhecer a cidade, passamos na Praça das Flores que é linda, e no Parque Aldeia dos Imigrantes ( Entrada R$ 12.00 por pessoa) 

Voltamos para Gramado e passamos no Le Jardim Parque de Lavanda (Entrada R$ 10.00 por pessoa) passamos o fim de tarde lá, tomamos um cafezinho e curtimos o visual do jardim.

*como vocês sabem, adoramos e preferimos passeios ao ar livre. 

A noite fomos no Toro Gramado, salva esse restaurante por que você não pode deixar de ir. O hambúrguer deles é simplesmente o melhor que já comi, eu pedi Pão de amêndoas , queijo colonial, carne bovina , cebola caramelizada e bacon, acompanha uma polenta crocante e molhos (R$ 42.00). O ambiente era maravilhoso, música era boa demais, nesse dia quem estava era o @jazzcinnamon. #ficaadica #nãodeixedeir 

Dia 08/03 

Dia de visita na Casa Valduga ( ingresso mais degustação R$ 40.00 por pessoa) eu adorei a visita, e a história da família Valduga. As visitas acontecem de 1h em 1h (veja no site- se possível agende antes) 

De lá fomos para o Passeio de Maria Fumaça (R$ 114.00 por pessoa comprando direto com a agência do trem ) o tão esperado passeio, meu esposo adora trem. O passeio é bem legal, tem diversas atrações dentro do vagão, a paisagem não é tão bonita assim, mas Vale a pane pelas atrações, e também tem degustações em algumas paradas. Nem preciso dizer que André adorou. 

O ingresso da Maria Fumaça também dava direito a Epopeia Italiana, um passeio dentro do cenário italiano contando a história da chagada deles no Brasil, achei bem legal. No final tem degustação de vinho, suco e biscoito.

Jantamos no Emporio Canela, super recomendado, é bem gostoso, valores entre R$ 50.00 a R$ 70.00 . 

*nesse dia começamos o dia tarde, mas se você começar bem cedinho , dá tempo de fazer o roteiro Caminho de Pedra, passando pela Casa da Erva Mate , Parque das Ovelhas e almoçando na Casa Vanni, dali indo para a Casa Valduga , no fim faz o trem as 16h (esse roteiro é bem corrido, se você dispõe de mais tempo, pode fazer outro dia, iríamos fazer outro dia, mas acabou que acordamos tarde e também tava chovendo aí desanimamos, mas li sobre esse roteiro e gostei bastante) 

Você também tem a possibilidade de comprar o passeio de Maria Fumaça em agências de turismos, que vendem um combo com vinícola +trem+ epopeia. 

Dia 09/03 

Os últimos dias foram bem chuvosos, e de frio, tínhamos marcado passeios ao ar livre como Parque Caracol, Rota Alemães do Sul, Caminho de Pedra e Cânion do Itaimbezinho, mas acabamos não fazendo pelo tempo e também por termos acordado tarde 😂, queríamos mais descansar. 

Visitamos a Mina de Gramado (Passeio guiado R$ 20.00 por pessoa). 

Depois fomos conhecer a Capelinha de Casamento Temático igual as que têm em Las Vegas, muito interessante . 

Passamos também na Loja Florybal para comprar chocolates. E andamos pela cidade.

Nesse dia fomos no famoso Café Colonial, escolhemos o Bella Vista o mais antigo e mais famoso da cidade (R$ 82.00 por pessoa comprando lá, comprei no site de ofertas por R$ 68.00). O Café, que pode ser almoço e até janta, funciona mais ou menos como um rodízio, você come a vontade, eles colocam a variedade dos itens na sua mesa e você poder ir escolhendo qual item quer repetir. É pura fartura, vá preparado para comer bem rs. Curta também o ambiente, é bem aconchegante. Chegamos lá por volta das 15:30h e nesse dia nem jantamos, rs. 

Dia 10/03

Começamos o dia no museu Super Carros (entrada R$ 25.00 por pessoa) , ver carro de luxo não é muito minha praia , mas o esposo quiz ir. Não tem nada demais, são carros estacionados atrás de fitas e o local é bem pequeno. 

Não achei que vale, por isso também não fomos nós outros museus. Tudo paga para entrar, e as entradas achei com valores puxados. 

Depois de lá fomos nós Bondinhos Aéreos Parques da Serra (R$ 42.00 por pessoa) o visual é bem bonito. Tem uma pequena trilha, você vê um pequeno museu de esculturas que falam e também vê a paisagem da queda da Cachoeira. 

De lá almoçamos num local na estrada, tinha muitos buffet liberado por R$ 19.90.

Passamos numa loja de fotografia antiga, e fizemos fotos no cenário, achei tão legal, rs.

No fim do dia fomos no Castelinho Do Caracol (Entrada R$ 10.00 por pessoa *só aceitam dinheiro) tiramos fotos, conhecemos a casa, e comemos o famoso Apfelstrudel da cidade, achei bem gostoso pedi o tradicional com nata ( R$ 25.00 + cafezinho R$ 5.00).

*nesse dia dava para acrescentar o Parque Caracol, ou outros parques abertos da região. Mas o tempo está instável, chovia e parava toda hora.

Se você for com criança, tem muitos museus fechados temáticos , muita coisa mesmo para fazer. 

A noite fomos jantar no Bistrot Pastasciutta Gramado que fica na Rua Coberta ( R$ 42.00 entrada + prato principal + sobremesa), muito gostoso, local aconchegante e ótimo atendimento. 

Dia 11/03 

O último dia, rs. O tempo continuou chovendo, tudo que queríamos fazer em locais fechados já tínhamos feito. Já também não queríamos ir para longe, mas dava para fazer o Caminho de Pedra nesse dia , e ir na Casa da Ovelha. Ou então fazer o Roteiro Alemães do Sul. Não fomos por motivo de : o tempo não estava bom, acordamos tarde e tínhamos que pagar para entrar em cada local, só a Casa da Ovelha quando ligamos estava R$ 60.00 por pessoa, e fica 2h de Gramado, teríamos que pagar pedágio, e gasolina. Então preferimos não ir. 

Foi um dia mais livre, sem roteiro. 

Decidimos fazer passeios sem muito custo, então visitamos a fábrica de chocolate da Prawer (entrada gratuita) compramos chocolates.

Andamos até a Fonte do Amor Eterno , e passamos por algumas lojinhas no centro. 

Voltamos ao Lago Negro no fim da tarde, já que a chuva tinha parado. Só mesmo para curtir o visual, é um passeio super romântico. 

A noite reservamos a Pizzaria Cara de Mau , super recomendada, eu adorei, as pizzas são bem gostosas, ótimo atendimento (bem descontraído), tem show “ A Balada dos Piratas”. O clima é bem bacana, é um local turístico (entrada do rodízio R$ 99,00 comprando lá, eu comprei no site de ofertas por 84.90) 

 Fim ….

Esse foi nosso roteiro, mas claro, você pode adaptar de acordo com sua preferência, e seus dias livres e bolso né! 

Considerações finais: 

  • Nos dias de carnaval a cidade estava bem movimentada, algumas coisas estavam com valores maiores por ser no meio do feriado, tudo estava aberto e funcionando (procure sempre antes de ir saber horários de funcionamento dos parques). 
  • Preferimos alugar carro, mas você tem opção de andar de Ônibus de turismo que passa de 40 em 40min em vários pontos da cidade , ou ainda de uber. Sempre preferimos alugar carro para ficar mais livre, andar na cidade requer atenção pois não tem semáforos, quem não está acostumado sente bem a diferença. Tem estacionamento de rua e parquímetros super fáceis de usar. 
  • Gramado / Canela / Nova Petrópolis / Bento Gonçalves tem muita coisa para fazer , especialmente em Gramado com muitos museus fechados, e parques abertos. Muita coisa achamos que não valia o valor cobrado. Por isso optamos também em não ir em alguns museus.
  • Você consegue comprar um Passaporte que tem direito a 5 parques, só pesquisar em agências de turismo ou nos sites de ofertas. E pode também comprar separado se não quiser ir em todos (foi o nosso caso) 
  • Praticamente tudo você paga para entrar, os locais não são tão grandes assim, então você demora em média 30 min ao máximo 1:30h em cada lugar, então dá para fazer muita coisa em um só dia. Se você estiver com crianças pode ser que esse tempo aumente em cada local. 
  • Se você quiser super se programar com tudo, aconselho comprar os ingressos dos parques e até alguns restaurantes pelos sites de ofertas : www.lacadordeofertas.com.br , www.tcheofertas.com.br ou www.peixeurbano.com.br . Eu comprei e deu super certo, só que alguns lugares você tem que agendar. 
  • As agências de turismo oferecem diversos passeios, para Nova Petrópolis , Bento Gonçalves nas vinícolas e Maria Fumaça, se não tiver de carro só vê a opção que deseja. Mas vale muito a pena conhecer as outras cidades próximas de Gramado. 
  • Mesmo no verão, leve roupas de frio, a noite fazia em média 14 graus e em dias de sol 23 graus. 
  • Os valores dos parques e restaurantes podem sofrer variações de acordo com a época do ano, alta ou baixa temporada.

Férias – Tour pela Europa

Continuando nossos posts infinitos rs, brincadeira a viagem está quase terminando.

Penúltimo destino ROMA <3

Dia 12

Pegamos o trem Bala bem cedinho em Nápoles chegamos em Roma 1:20h depois.

Chegamos no hotel nos acomodamos, o Hotel Viminale fica bem próximo da estação central de trem, o que facilitou bastante nossa chegada, o hotel era confortável, simples, café da manhã bom, atendimento bom.
Partimos já no primeiro dia para o Vaticano, estava muito quente, e sol, então sempre com nossa garrafinha e protetor solar. Li em alguns blogs que não podia entrar de short e blusa sem manga no vaticano então fomos preparados. Tem uma visita secreta, mas não conseguimos marcar, vejam aqui.  Chagamos lá tinha uma fila para a entrada no controle de segurança, durou em média 1h de fila.
Andamos tudinho por lá, incrível cada detalhe.

Depois ainda deu tempo de irmos no Castelo de Santo Ângelo, também conhecido como Mausoléu de Adriano, na margem direita do rio Tibre, diante da Ponte de Santo Ângelo, próximo do Vaticano.

De lá partimos para o hotel, tomamos um gelato no caminho e a noite comemos num restaurante próximo ao Hotel mesmo.

Dia 13

Chegamos no Fontana Di Trevi pela manhã antes das 9h , e foi ótimo observar a Fontana sem aquela multidão.

Saindo de lá caminhamos até a Via del Corso, uma das principais avenidas do Centro Histórico de Roma até chegar à Piazza Venezia. Ao chegar na Via del Corso, você vai dar de cara com a Piazza Colonna e a maravilhosa Coluna de Marco Aurélio, conhecemos também Monumento Vittorio Emanuelle II onde encontra-se o túmulo do soldado escondido (chegamos lá no primeiro horário de visita, então a visita era gratuita).

e se estiver com tempo, pode subir na Terrazza del Vittoriano, tem um elevador panorâmico e tem uma vista bem bonita da cidade.

Fomos até o Coliseu, Fórum Romano e o Paladino (compramos o ingresso do Coliseu pela internet, e dava direito de visitar o foro romano) 

Almoçamos uma bela pizza no Squisito Cook (Via del Colosseo, 31, 00184 Roma RM, Itália)

Depois de andar muito, rs, normal nessa trip, fomos para o hotel descansar um pouco para passear a noite, no fim da tarde fomos até o Campidoglio, uma das sete colinas de Roma, e é ali que se encontra a estátua de Marco Aurélio e os Musei Capitolini onde está a famosa estátua da Loba, aquela que amamentou Remo e Rômulo, os fundadores de Roma. Vale a visita.

E como adorei admirar o Fontana Di Trevi, voltamos a noite para lá, e estava bem cheio, mesmo assim ficamos ali por alguns minutos sentamos,vendo toda aquela multidão e aquele monumento tão lindo.


No dia seguinte partimos para Paris ❤️

Férias – Tour pela Europa

Costa Amalfina, preparem-se para a aventura e para se apaixonar pela Costa sul da Itália

Dia 9

Chegamos no hotel umas 16h, o Hotel La Badia fica a pé uns 15 min e uns 5min de moto do centro de Sorrento, foi um ótimo acerto ficar nesse hotel, muito bem localizado, com uma linda vista para o mar, ótimas acomodações, ótimo café da manhã, resumindo maravilhoso.

Para nossos dias em Sorrento, alugamos uma scooter na Freeway por 3 dias, mas um super acerto, não precisa ter carteira de moto a de carro serve, por conta das cilindradas, ele até tirou a carteira internacional mas não era algo obrigatório. Não indico alugar carro, pois nesse período essa região fica bem cheia, não tendo locais para parar o carro e pega um transito bem ruim, imagina carnaval na região dos lagos é tipo isso.
Fizemos nosso ponto fixo em Sorrento, para visitar as outras cidades da Costa Amalfitana e foi a melhor coisa que fizemos.Andarmos tudo com o Google Maps do celular, foi super tranquilo, dava a direção correta, foi super tranquilo.

Nos acomodamos e já partimos para uma praia a Bagni Della Regina Giovanna (Via Capo, 80067, Sorrento, Itália) ali próximo do hotel,deu uns 10min de moto. Curtimos a praia, depois voltamos para o hotel para curtir a piscina, claro!
Tomamos um café no próprio hotel com uma vista incrível para o mar.

À noite fomos para o centro de Sorrento, o local estava bem animado, tinha muitas lojas e restaurantes, demos uma volta, compramos as lembrancinhas e jantamos no Bar Monnalisa e Restaurante.

Dia 10

Acordamos cedo, claro como de costume na nossa viagem. Fomos até a praia Fiordo di Furore , mais ou menos 1h de estrada, o local é lindo demais, vale a visita. Não estava muito cheio, então conseguimos mergulhar e curtir a praia.
Almoçamos no restaurante Ristorante Euroconca, fica pertinho da praia, estacionamos nossa scooter lá também. Comida maravilhosa, vista linda, e o local ainda tem uma praia privada do restaurante.

De lá partimos para Amalfi, curtimos a praia de Marina Grande, nosso objetivo era realmente curtir as praias, e conhecer um pouco da cidade. Depois fomos para Ravello, conhecemos Duomo di Ravello e Villa Rufolo.

Fim da tarde voltamoss para Amalfi, encontramos com Catarina e Marco (nossos amigos Portugueses) tomamos um café no Bar Francese em frente ao Duomo di San’Andrea.
Pegamos a scooter e fomos a noite em Positano ver essa cidadezinha linda iluminada a noite, jantamos no Restaurante L’ancora, adorei a comida e o atendimento. Pegamos a estrada de noite até o hotel.

Dia 11

Acordamos, fomos para estrada, sem um rumo muito certo, passamos por algumas cidadezinhas, decidimos passar o dia em Positano, ficamos na Praia Grande. Íamos fazer o Caminho dos Apaixonados, uma trilha romântica e belíssima entre o mar e a montanha, mas como já havíamos visto vistas belíssimas com o “mini tour” que fizemos de scooter, que preferimos ficar na praia, curtindo o sol.
Almoçamos no restaurante Al Marincanto, adorei, super indico.
Voltamos para o hotel, curtimos o último dia na piscina.
À noite voltamos no centro de Sorrento, jantamos no Fauno Bar que fica na Piazza Tasso, demos uma volta pelo Corso Italia a rua das lojinhas.


No dia seguinte partimos para roma

 

Férias – Tour pela Europa

Verão na Itália ❤️

Ficamos bem indecisos nas cidades que iríamos visitar nessa trip, pesquisamos bastante, mas como estava no verão  e a Itália é muito quente preferimos seguir para a região de praia e visitar lugares que eu só via nos filmes como a Ilha de Capri e Positano. ☀️ Foi a melhor escolha que fizemos. Li muitos posts que era loucura ir no verão para essa região por estar muito lotada etc, mas não nos arrependemos nem um pouco, a cidade estava cheia,mas nada comparado com o carnaval na região dos lagos, rs. ❤️

Dia 7

Saímos de Nápoles as 16:30h de barco (veja o último post sobre Nápoles aqui) chegamos em Capri umas 18h, nosso hotel tinha transfer incluso o que ajudou muito. Hotel Il Girasole fica em AnaCapri, super bem localizado, a uns 5min do centro de Ana Capri e 15 min do centro de Capri, hotel maravilhoso, ótimo atendimento, ótimas instalações, super aconchegante, com uma bela vista do por do sol.

Assim que chegamos ligamos para o hotel e eles enviaram o carro para nos buscar (indico marcar o horário com o hotel antes) quando chegou o carro encontramos com um casal Português (Catarina e Marco) que estavam hospedados no mesmo hotel. Foi ótimo poder se comunicar na “nossa língua” rs.
Nos acomodamos no hotel e fomos direto para a piscina, já curtir o belo por do sol do hotel, ficamos conversando com Catarina e Marco, até que decidimos ir no centro de Capri jantar, fomos os 4 de taxi (corrida 25) andamos pelo centro de Capri, estava bem movimentado mas nada exagerado.

Jantamos no restaurante Da Giorgio (Via Roma, 34, 80076 Capri NA, Itália) tem uma bela vista e a comida é maravilhosa. Pedimos de entrada Salada de Polvo e outra de camarão e prato principal pizza, uma para cada casal.
Indico demais esse restaurante, a salada de Polvo era maravilhosa, voltaria lá só para comer essa salada.  E depois ainda da tempo de passar na Gelateria Buonocore.

*foto do site do restaurante

*foto do site do restaurante

 

Dia 8

Acordamos cedo e fomos de ônibus até Marina Grande fazer o Tour de Barco ao Redor da Ilha – Gruta Azul pegamos o primeiro barco (9:20h-18 euros por pessoa), o passeio é incrível da para ver de longe Marina Grande, que é a porta de entrada de Capri, com suas casinhas super charmosas. O barco para na Gruta Azul, para quem quiser entrar e conhecer água fosforescente, o local fica cheio de barquinhos tipo canoas. Eu decidi ir, a entrada na gruta custa 13euros, o barqueiro pede para o pessoal se deitar na canoa, passamos por uma entrada minuscula , de repente, a escuridão da gruta dá lugar a um azul brilhante que parece estar iluminado por alguma luz artificial. Ele começa então a cantar Volare, e da uma volta lá dentro, é rápido mas é incrível. Além da Gruta  passamos pelo Arco Naturale, a Casa Malaparte, os Faraglioni. O passeio foi maravilhoso, indico muito.

Voltamos para Marina Grande e almoçamos no Caffe Augusto (Via Cristoforo Colombo, 20, 80076 Marina Grande NA, Itália) pedimos um prato e dividimos.
De lá fomos até o centro de Capri de funicular, um trenzinho que passa entre os limoeiros e te leva diretamente até a Piazzetta.  Depois andamos para a Via Tragara até chegar no fantástico mirante com vista para os Faragalioni. Descemos até uma praia, que fica bem ali embaixo do mirante, mergulhamos e curtimos a vista.
Voltamos para o hotel para curtir a piscina e o por do sol, encontramos Catarina e Marco lá.
Nesse dia daria para visitar a Via Krupp, mas estava interditada.
À noite aproveitamos para conhecer o centrinho de AnaCapri, bem mais tranquilo que o centro de Capri, super aconchegante com ótimos restaurantes, jantamos no Bar Ristorante Materita fica bem na Piazza San Nicola.

*não esqueça do seu protetor solar,garrafinha de água. O verão na Itália me surpreendeu, é tão quente quanto aqui no Rio.

Gruta Azul

Faraglioni

Vista de Capri na saída do Funicular

Mirante na Via Tragara

Dia 9

Último dia em Capri e vou dizer, não queria ir embora, a cidade é linda, casinhas branquinhas, tudo limpo e organizado, muito aconchegante. Ficaria lá por mais dias. Mas partiríamos naquele dia mesmo para Sorrento.

Acordamos cedo, deixamos tudo arrumado na recepção para o check out e aproveitamos a manhã para subir o Monte Solaro de teleférico ( 11 euro ida e volta; 8 euros só ida) optamos por descer pela trilha, vi num post que teria alguns lugares na descida para visitar, mas os lugares estavam fechados. Mas como gostamos de trilha, valeu pelo exercício do dia, rs. O final da trilha dava na Villa di San Michele onde fica a casa-museu do escritor sueco Axel Munthe. Aproveitamos para comprar algumas lembrancinhas lá.
Chegamos no hotel as 11h e pedimos o transfer para o porto, onde pegaríamos o barco para Sorrento.

Almoçamos uma bela pizza no Lemoncello de Capri Cafe, bem em frente ao embarque do barco.
Partimos para Sorrento.

Partimos de barco para Sorrento 🌊

@francinemerr

 

Férias – tour pela Europa

Quem está acompanhando nossos posts sobre a viagem?? ❤️

Deixa um comentário aqui 👇

Estou adorando compartilhar tudinho com vocês 😘

Hoje vim falar de mais um destino que escolhemos, Nápoles.

Dia 5

Chegamos em Nápoles, já tarde eram umas 20h. Nosso hotel – Hotel Barbato (simples,confortável , café colonial, ótimo atendimento) – ficava relativamente próximo do aeroporto e do centro (tipo 20min de ônibus para ambos) assim que saímos do aeroporto fomos para o ponto de ônibus, esperamos no ponto por cerca de 20min e nada do ônibus, quando resolvemos perguntar a uma menina que vinha do aeroporto ela delicadamente disse que não era uma boa opção ir de ônibus, pois os meios de transportes lá eram bem precários e possivelmente esse ônibus nem passaria tão cedo, e ainda nos alertou ao perigo da cidade. Eu li muito sobre Nápoles, realmente a cidade não tem uma boa reputação e os relatos são diversos, li posts falando “mal” e outros falando “bem”. Decidimos ir para tirar nossas próprias conclusões. Chegando lá já tivemos esse baque, dai pegamos um táxi 15€ para o Hotel e decidimos nesse dia não sair ficar lá descansando, pedimos uma pizza típica de Nápoles e comermos no próprio hotel.

Dia 6

Fomos para Nápoles especialmente para visitar Ercolano e Pompeia duas cidades arqueológicas.

Acordamos cedo, pegamos o ônibus até à Estação Garibaldi – linha Circumvesuviana em direção a Sorrento ou Poggiomarino( bilhete simples, que custa 2.2 euros) – Descemos em ERCOLANO SCAVI. O sítio arqueológico fica na mesma rua que você sai da estação. E só descer alguns quarteirões.

Esteja preparado para o sol e para andar bastante então esteja com sua garrafia de água, protetor solar, lanchinho , roupas confortáveis e tênis.

A cidade Arqueologica é algo inacreditável, você fica impressionado como os anos se passaram e a história permanece lá.

Almoçamos por lá, num restaurante pertinho da estação de trem. Prato inhoque 8€

Saímos de lá umas 13h compramos um bilhete de €2.20 e embarcamos (não esqueça de validar seu Ticket) no trem em direção a Sorrento. Desça em POMPEI – SCAVI VILLA MISTERI.

Pompeia foi uma cidade do Império Romano situada a 22 km da cidade de Nápoles, na Itália, no território do atual município de Pompeia.
A antiga cidade foi destruída durante uma grande erupção do vulcão Vesúvio em 79, que provocou uma intensa chuva de cinzas que sepultou completamente a cidade. Ela se manteve oculta por 1600 anos, até ser reencontrada por acaso em 1748. Cinzas e lama protegeram as construções e objetos dos efeitos do tempo, moldando também os corpos das vítimas, o que fez com que fossem encontradas do modo exato como foram atingidas pela erupção. Desde então, as escavações proporcionaram um sítio arqueológico extraordinário, que possibilita uma visão detalhada na vida de uma cidade dos tempos da Roma Antiga.

A cidade Arqueológica de Pompéia é muito grande, na entrada onde você compra os bilhetes tem mapas , pegue um e siga ele para não se perder 😂🙈

Eu adorei conhecer as cidades arqueológicas, foi um passeio bem puxado, mas a história do local é realmente extraordinária.

Voltamos para o hotel, como já era tarde comemos na mesma pizzaria e descansamos 😁

Não fomos para o centro de Nápoles, pois como falei o transporte era bem complicado, não nos sentimos seguros na cidade, era tudo muito sujo, desorganizado. Enfim! Não tivemos uma boa impressão da cidade, mas foi muito bom para conhecer. Dizem que a parte central de Nápoles é bem interessante, tem pontos turísticos etc.. mas como não ficamos perto, nem fomos. Nosso objetivo era visitar as cidades arqueológicas.

Dia 7

Acordamos cedo deixamos tudo pronto para o checkout e fomos para Reggia de Caserta, um palácio barroco situado em Caserta, na região italiana da Campania, umas 1:30h de Nápoles O local é lindo, ótimo para um passeio de bike, alugamos lá mesmo, eu peguei uma elétrica e o esposo uma comum (12€ as duas)

Se não quiser ir para tão longe pode aproveitar essa manhã para conhecer o Centro de Nápoles, segue algumas dicas : Duomo de Nápoles ,Museu Arqueológico municipal ,Complesso Museale di Santa Chiara , Via Benedetto Croce, que começa na Piazza Gesù Nuovo, Via San Gregorio Armeno, famosa pelas lojinhas de presépios.

Nesse dia pegamos o barco para Capri 🌊

 

@francinemerr

 

Férias – Tour pela Europa

Já leu as dicas do post anterior?

Vamos continuar, nossa segunda Parada Itália 🇮🇹

Foi difícil escolher somente alguns destinos da Itália, já que o país é incrível e tem cidades maravilhosas.

Decidimos começar pela fascinante Veneza 🇮🇹

Chegamos dia 15/08 às 10:50h, pegamos um ônibus do aeroporto para o estação terminal dos vaporettos  (principal meio de transporte público) onde pegamos o vaporeto para nosso hotel, só tem como chegar no centro a pé ou de barco.

O hotel Pensione Wildner (hotel com boas acomodações porém simples, café da manhã muito bom, ótimo atendimento, ótima localização) fica muito perto da estação de vaporeto São Marco.  Indico fechar com um hotel em frente as estações de vaporeto, ou com algum que tenha translado incluso, andar pelas ruas de Veneza com malas será uma tarefa bem difícil.

Dia 3

Nos acomodamos no hotel, tomamos um banho e fomos caminhar e nos perder por Veneza, sim, por que ir a Veneza e não se perder é algo impossível, são tantas ruelas, rs! Adoro caminhar e conhecer lugares não explorados, ver de fato como é a cidade, além dos seus pontos turísticos.
Depois de uma bela caminhada subimos até o Terraço do Fondaco dei Tedeschi que fica no Campo San Bartolomeo, aos pés da Ponte de Rialto, a vista lá de cima é incrível. De lá andamos para a Ponte de Rialto para admirar cada pedacinho dessa Cidade Fascinante.
Subimos na Torre do Relógio que fica na Praça São Marco. Site torreorologio.visitmuve.it/

comemos uma deliciosa Pizza na Farini Venezia (Sestiere Castello 5602 | C/o campo San Lio)

A noite voltamos a caminhar sem rumo por Veneza, encontramos um restaurante e paramos para um jantar.

Terraço do Fondaco dei Tedeschi

Ponte de Rialto

Dia 4

Acordamos cedo (sempre prefira fazer as coisas de manhã, pois está com menos fila os museus) e partimos para o Palazzo Ducale, conhecemos a Ponte dos Suspiros que ligava o Palácio a prisão. Compramos o ingresso antecipado pela internet, para evitar filas, o ingresso dava direito a visitar o Museo Correr e o Campanário. Site palazzoducale.visitmuve.it/
De lá passamos na Basílica di San Marco.

comemos uma pizza e tomamos um gelato 😋

Caminhamos pela Riva degli Schiavoni  (este é um dos grandes calçadões de Veneza) até nosso hotel para dar uma descansadinha e partir para Burano uma cidadezinha muito charmosa Seu colorido intenso é o que a diferencia das outras cidades ao seu redor. Pegamos o vaporetto n° 12, fica mais ou menos 2h de Veneza, passamos a tarde toda lá, caminhamos pela cidade, sentamos em frente ao canal e ficamos admirando o horizonte, conversando, curtindo… Voltamos no por do sol, por volta das 20:30h pegamos o lindo por do sol dentro do vaporetto.

De noite fomos no Restaurante do Hotel Monaco, tem uma bela vista, mas a comida deixou a desejar.



Burano


Dia 5

Último dia em Veneza, fomos na parte da manhã ao Passeio de Gôndola, preferimos ir de manhã por que o sol não estava tão forte, o passeio é bem rápido, mas é bem legal e romântico.
Durante o dia os preços rondam os 80€ por 30 minutos (6 passageiros no máximo) e á noite rondam os 100€ por 35 minutos entre as 19h e as 8h, não incluindo as canções.
Depois andamos pelo distrito de Dorsoduro em direção a Ca ‘Rezzonico, almoçamos no Pasta&Sugo (Dorsoduro, 2839, 30123 Venezia VE, Itália) de lá andamos até a Ponte Accademia e voltamos para a Praça São Marco em direção ao nosso hotel.


Dicas: carregue com você protetor solar e 1 garrafinha de água, na cidade tem diversas fontes que você pode encher sua garrafinha. O verão na Itália é muito quente, tão quanto aqui no Rio de Janeiro. Tenha uma boa mochila coloque nela somente o necessário para passar o dia.

Nas nossas viagens andamos muito, curtimos muito mais andar pela cidade do que correr para fazer todos os pontos turísticos. Se você acha que da para encaixar outros pontos turísticos veja quais gostaria de ir, mas não deixe de ter um tempinho livre para andar sem rumo.

Nesse dia pegamos o voo para Nápoles 🇮🇹✈️

 

 

 

 

 

 

Férias – Tour pela Europa

Senta que lá vem história !

Não somos daqueles casais certinhos, organizados, que fazem tudo com antecedência, gostamos de viajar com roteiro, mas nunca conseguimos programar uma viagem com antecedência é sempre no susto! Adoro🙈😂

Adoro viver no, vamos agora, então vamos! Ainda quero um dia chegar no aeroporto e escolher a primeira passagem que tiver disponível para qualquer lugar e ir…

Tudo começou com uma brincadeira, onde eu e meu esposo em Junho falamos: ah, vamos viajar! E fomos listando os lugares e sonhando… chegou Julho e nada de viagem fechada, mas eu pesquisando tudo como se já tivesse fechado  😂 Eu queria muito ir para a Europa no verão, não curto muito frio não. Esse ano só teríamos até Agosto para ir.

Então meu esposo pediu férias no trabalho para Agosto e para nossa surpresa deram as férias. Aí corremos para fechar tudo, nem passagem tínhamos. Ficava o dia todo vendo e revendo passagens, roteiros, vendo o que ficaria dentro do limite a ser gasto com passagens.

Enfim com a ajuda de uma grande amiga, conseguimos definir. Eu queria fazer a Europa toda em 20 dias, mas vi que seria muito cansativo e não curtiríamos os lugares. Decidimos conhecer Itália e França e Amsterdam foi só para dar o gostinho da cidade que voltaremos com toda certeza.

Foi então que fechamos Amsterdam,  Veneza, Nápoles, Costa Amalfitana, Roma e Paris.

Esse roteiro é aquele que você repetiria todo ano e não cansaria de rever essas cidades tão maravilhosas❤️

Preparar o roteiro não foi nada fácil, fizemos tudo por conta própria, passagens, hotéis, passeios, tudinho. -É gostoso, mas muito cansativo🙈

Bom, vamos algumas dicas:

Tenha um boa mala, com boas rodinhas.

Prepare os looks que pretende usar, leve somente o necessário.

leve protetor solar e protetor labial.

A Europa no verão é quente também, pelo menos nos lugares que passei, então leve roupas leves, frescas e sapatos confortáveis, uns 3 casacos leves e 1 mais pesado.

Prepare-se para andar muito, mais muito mesmo 🙈

Programe um roteiro: veja os lugares que são prioridade para o casal, anote horário que abre e que fecha dos lugares, compre os ingressos dos passeios antecipado na internet para evitar longas filas, veja o horário dos transportes públicos das cidades, baixe o Google maps.

Hotel: Verifique se os hotéis tem translado incluso, preferível fechar com esse item incluso, secador no banheiro e bom Wi-Fi também são itens indispensáveis.

Se for passar por muitos lugares ou alugar carro compre o chip da Vodafone no aeroporto ou na primeira cidade que for.

Vamos embarcar nessa aventura ❤️

Primeira parada Amsterdam 🇳🇱

compramos a passagem pela Airfrance para o dia 12/08, embarcamos no Brasil 🇧🇷 as 22h e chegamos lá dia 13/08 às 14:20h (voo direto)

Chegamos no Hotel ibis Schiphol Amsterdam Airport por volta das 15h, preferimos um hotel bem próximo do aeroporto pois ficaríamos somente 2 dias na cidade (hotel : ótima acomodação, café com pequeno almoço muito bom, localização próximo ao aeroporto e uns 20min de ônibus do centro). Arrumamos as coisas no quarto, tomamos um banho e partimos para o Centro da Cidade.

Dia 1

Casa de Anne Frank, não conseguimos comprar o ingresso antecipado por que já não tinha mais disponível, encaramos a fila de 1:30h e fomos. Alugamos audioguia.Site:http://m.annefrank.org/

Andamos pelos Canais e pela 9 Street, depois fomos comer a melhor Torta de maçã no Café Winkel 43, vale cada pedaço!

A noite fomos no Bairro da Luz Vermelha , o bairro é super turístico estava lotado,encontramos um grupo de tour lá e caminhamos com eles.

Casa de Anne Frank

Café Winkel 43

Canais de Amsterdam

Doceira no Bairro da Luz Vermelha

Dia 2

acordamos tarde nesse dia, o fuso horário nos pegou 😂 mesmo assim aproveitamos bastante, só não deu tempo de ir nos Moinhos,pois fechava as 21h a hora que lá escurece no verão. Mas se você acordar cedo da tempo de ir. Também não fomos na Heineken, não tivemos interesse em ir, mas se o casal curte, acho super válido ir.

Fomos de ônibus até o Rijksmuseum

site : https://www.rijksmuseum.nl/

Depois alugamos uma bike (claro! Conhecer Amsterdam da melhor forma) na MacBike e fomos no Vonderpark e de lá até a Damrak uma rua principal que fica as grandes Magazines (claro, para comprar 😂) Entregamos a Bike umas 19h e andamos até a Praça Dam.

comemos lanche, nenhum lugar especial 😉

Rijksmuseum

Praça Dam

No dia seguinte partimos para Veneza 🇮🇹

Especial Dia dos Namorados

Ah ! A data mais romântica do ano chegou ❤️

E esse ano preparamos um Editorial super lindo, cheio de detalhes e amor .

 Quem é que não adora receber muitos presentes? Foi por isso que preparamos duas sugestão de mesa para esse dia, para aqueles casais que adoram curtir um jantar em casa, fazer aquela surpresa, nossas inspirações se encaixam perfeitamente, para fugir da agitação dos restaurantes.
Nossa primeira inspiração é um picnic em casa, num cantinho fofo da sua casa como a varanda, você pode montar com poucos itens um lugar aconchegante e cheio de amor para esse dia. Pegamos um pallet, uma mantinha, almofadas e itens de decoração que temos em casa como pratos, vela, bandejas, taças. E incrementamos com nossos doces maravilhosos, mas você pode colocar o jantar nessa mini mesa, ou fazer o café da manhã, e até encomendar alguns doces conosco rs.

A Segunda mesa é uma mesa fofa, com bandeirinha, buque de flores, doces e o presente claro. Você pode fazer uma pequena arrumação na sua mesa da sala, ou até na varanda, preparar aquele cantinho especial, com suas gostosuras, com porta retratos, com itens especiais do casal etc…

Nossas inspirações são fáceis de reproduzir, prezamos a utilização de itens especiais para o casal, que seja um ambiente só de vocês, para curtirem esse dia juntinhos.

Nesse post vamos ensinar uma receitinha deliciosa para imprecionar seu LOVE ❤️

Famoso Bolinho de vó

Ingredientes massa do bolo:

4 ovos
2 xícaras de chá de farinha de trigo
2 xícaras de chá de açúcar
1 colher de sopa de fermento em pó

1 colhe de chá de extrato de baunilha
1 xícara de chá de água fervente

Modo de Preparo:

Bata os ovos até formar uma espuma arrasa e clara
Coloque 2 xícaras de chá de açúcar continue batendo, acrescente aos poucos a água. Depois de alguns minutos, aos poucos, incorpore 2 xícaras de chá de farinha de trigo e continue a bater até ficar homogênea.
Desligue a batedeira, junte o fermento em pó, mexa delicadamente com movimentos circulares de baixo para cima.
Passe margarina na forma e polvilhe com farinha de trigo.
Despeje a massa e bata a assadeira com a massa algumas vezes numa superfície dura a fim de eliminar eventuais bolhas de ar que podem expandir e causar a quebra do bolo na hora de desenformar.
Leve ao forno, que deverá estar com temperatura alta e deixe assando nesta temperatura por 10 minutos.
Passados os 10 minutos, abaixe para temperatura média e deixe por aproximadamente mais 20 minutos.
Para saber se o bolo está assado, enfie um palito no meio do bolo. Se sair úmido é porque precisa assar mais tempo.
Quando sair seco, desligue o forno e retire o bolo, com cuidado para não queimar as mãos.
Espere esfriar para desenformar.

Recheio :

1 lata leite condensado

1 xícara de coco ralado

1 cx de Creme de leite

Modo de preparo:

leve tudo para ou panela e mexa até atingir o ponto de brigadeiro

 

O que acharam? Me contem como ficou ❤️

 

Que seu dia seja Doce ❤️

 

bolo e doces @delicadadoces

bombons @gcchocolates

foto @ronaldooliveirafotografia

cartão @donaamelie

pinhata Xoxo @confetestudio

topo de acrílico @meri_studio

Traje do noivo 2017

Vamos falar um pouquinho sobre o traje do noivo, até por que o noivo merece total
atenção nesse momento tão especial.
Como ele é uma das peças importantes desse quebra cabeça, preparamos esse post com muitas dicas
e fotos de trajes de noivo 2017.

Para você noivo não erra qual o melhor tipo de traje utilizar de acordo com o estilo do seu casamento.
Vamos as opções e modelos <3

Clássico fraque ou meio fraque : tecidos e cores tradicionais;

terno:  abotoadura cruzada como com abotoadura simples;

smoking: traje de gala no seu grande dia.

E para os noivos nada tradicionais separados alguns modelos

Gravata borboleta e suspensório

 

 o que acharam? Qual seu estilo ? Já escolheu?

<3

Mesa do Bolo

Vamos falar um pouquinho sobre a mesa do Bolo, sobre estilos e inspirações <3

Gosto demais quando o casamento tem o estilo dos noivos, fica nítido que aquela decoração, bolo e doces foram feitos exatamente para eles…

Primeiro de tudo é preciso decidir qual tipo de festa vai ser feita: moderna, Boho, rústica, clássica, de dia, de noite…

Separei algumas fotos que -ADORO-

 Vintage > Decoração Dream Wedding Assessoria e Decoração de Eventos > Bolo Delicada Doces
Mini Wedding de Dia, Moderno > Bolo Delicada Doces 

Boho com toque geométrico, paleta de cores cativante > Decoração Menta & Pêssego > Bolo Delicada Doces
Casamento de Dia, Praiano > Decoração Vou Casar e Panz > Bolo Delicada Doces
Casamento de dia, Rústico > Decoração Cetim > Bolo Delicada Doces 
Clássico e elegante < foto Pinterest >
Mini Wedding > Decoração Fernanda Gurjão> Bolo Delicada Doces

O que acharam das inspirações?

Espero que tenham gostado <3